sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Prováveis causas do Queratocone


Existem inúmeras teorias para explicar:
1. O primeiro factor é genético. Entre 5 a 7% dos pacientes têm familiares com queratocone. Alguns  cientistas acreditam que é uma distorção que surge no momento do crescimento do embrião.
2. Não existem estatísticas globais sobre quantas pessoas sofrem de queratocone. Os cientistas estimam que 1 em cada 2 mil pessoas têm uma deformação na sua córnea em todo o mundo. No padrão geográfico, cultural ou social. No entanto, é mais comum em mulheres que em homens.
3. É secundário a outras doenças, como asma ou rinite alérgica.
4. Por exposição à luz.
5. Adaptação inadequada ou o uso prolongado de lentes de contacto.
6. Outra causa é a cirurgia ou acidente envolvendo um enfraquecimento do tecido córneo.
7. O mau hábito de roçar ou coçar os olhos é considerado uma causa indirecta.

Em 2008, os cientistas Dr. McMonnies na Universidade de New South Wales, na Austrália e Dr. Lo da Câmara Alta da Coreia  apresentaram dois estudos utilizando tecnologia moderna e concluiram que roçar ou coçar pode agravar o queratocone em pacientes.
A Nova Zelândia utilizou a tecnologia de microscopia confocal. O seu objectivo foi estudar as diferentes camadas de células da córnea. Esta tecnologia tem a vantagem de alta resolução, ou seja, as imagens mais nítidas. Para além dos resultados da estrutura da córnea em queratocone foi descoberto  que coçar os olhos é um factor indirecto na severidade da doença (alterações importantes nas camadas da córnea) em pessoas jovens.


Mais detalhes de ambos os estudos pode ser encontrada sob o título:
• Laser Scanning Confocal In Vivo revela reduzida inervação e redução da densidade celular em todas as camadas da córnea com ceratocone. Niederer et al. Invest. Ophthalmol. Vis. Sci. 2008, 49: 2964-2970.
• Medida de Ceratocone Progressão Usando Orbscan II. Kim H et al. Refacto J Surg 2008 Jun; 24 (6) :600-5.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos ...