quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Saiba mais sobre o Ceratocone

O ceratocone tem um pico de desenvolvimento da doença na faixa etária compreendida entre o início da adolescência, até aproximadamente aos 25 anos de idade. É uma alteração da estrutura da córnea que provoca um embaçamento progressivo da visão. Esta alteração estrutural determina um encurvamento acentuado e um conseqüente afinamento da córnea. Este formato cónico da córnea induz um astigmatismo alto e irregular que distorce a imagem captada pelo olho em maior ou menor intensidade, dependendo da quantidade de tecido corneano afetado.

Nas fases iniciais da doença, muitos pacientes nem sentem a presença do ceratocone. À medida que a doença vai progredindo alguns sintomas podem ser percebidos pelo paciente:
• Refração instável (alteração do grau mais rápida do que o comum)
• Embaçamento e distorção das imagens
• Halos em torno das luzes
• Fotofobia (sensibilidade anormal à luz)


Nos casos severos, a adaptação às lentes de contato vai ficando cada vez mais difícil, algumas vezes até mesmo impossível.


Tratamento.
Existem dois tipos de tratamento para o ceratocone:

Tratamento através de correção óptica:
Na fase inicial do ceratocone o paciente consegue uma boa acuidade visual através do auxílio de óculos. À medida que a doença avança, as lentes dos óculos já não conseguem mais compensar a distorção das imagens e o paciente passa então a necessitar de lentes de contato no estágio moderado do ceratocone.


Tratamento cirúrgico:
Nos casos avançados do ceratocone, a adaptação de lentes de contato fica bastante difícil e a acuidade visual já não é satisfatória para suprir as necessidades diárias do paciente. O oftalmologista, então, faz a opção para o tratamento cirúrgico para restabelecer a visão do olho afetado e devolver ao paciente a sua capacidade de ver.


O tratamento cirúrgico mais antigo para o ceratocone é o transplante de córnea. Outra opção cirúrgica é o implante de segmentos acrílicos dentro do tecido corneano (anel de ferrara ou intacs). Uma vez implantados, estes segmentos diminuem a curvatura corneana na região do ceratocone, promovendo uma melhora da acuidade visual corrigida com óculos ou lentes de contato.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Recomendamos ...